Pular para o conteúdo principal

Fitoterapia: O uso da Valeriana Officinalis




1 – Botânica: A Valeriana é uma planta herbácea perene, pertencente à família Valerianaceae. Tem sido usada terapeuticamente desde os tempos da Roma e Grécia antigas. É largamente distribuída na Europa e Ásia. As partes usadas na medicina são os rizomas e as raízes.


2 – Química: Os principais componentes do óleo volátil extraído das suas raízes são: ácido isovalérico, valerênico, hidroxivalerênico, acetoxivalerênico; kessano, kesóis, valeranona, ...Dentre os principais valepotriatos, destacam-se: valtrato, acevaltrato e o diidrovaltrato (iridóides).


3 – Farmacologia: O uso tradicional é como planta sedativa. É difícil definir com precisão o perfil de ação farmacológica da Valeriana, que tem sido considerada um agente calmante.


A valeranona exerceu um efeito hipotensor em ratos na dose de 5mg/Kg, embora seja um efeito fraco.

Um efeito tranqüilizante foi visto no choque elétrico, mas na dosagem de 31,6mg/Kg. Uma mistura de valepotriatos mostrou um efeito tranqüilizante em ratos.


Testes comportamentais em gatos mostraram diminuir a ansiedade e a agressividade. Valepotriatos apresentaram efeito espasmolítico.


O valtrato e o diidrovaltrato mostraram ser agentes musculotrópicos.


Diidrovaltratos pareceram inibir impulsos no hipocampo de modo similar a dos benzodiazepínicos.


O ácido valerênico e derivados mostraram que estes compostos tinham efeito sedativo em termos de diminuir a atividade locomotora e ataxia (dose de 50mg/Kg).


O ácido apresenta ação depressora central ou efeito neuroléptico. Mostrou,ainda, inibir um sistema enzimático que catalisa a degradação do neurotransmissor inibitório GABA (ácido gamaminobutírico).


O GABA faz diminuir a atividade do SNC e causa sedação. O ácido valerênico é o principal constituinte da planta. Extratos hidroalcóolicos e aquosos da planta mostraram afinidade por receptores GABA-A (o extrato aquoso melhora a qualidade do sono no homem). Eles interferem nos receptores envolvidos com a condutância dos íons cloreto.


4 – Testes Clínicos: A valeriana foi usada como sedativa em várias formas de desordem nervosa, condições histéricas não-severas, ansiedade, neurastenia, distúrbios da menopausa, gastrite nervosa e anorexia infantil. A droga foi normalmente administrada meia hora antes das refeições.


Em estudo duplo-cego, a Valeriana mostrou reduzir a latência do sono e um aumento na qualidade do sono. A qualidade foi mais notada nas pessoas que se consideravam ter um sono ruim ou irregular. Foi utilizado extrato de 400mg da valeriana no teste. A valeriana não teve efeito nos despertares à noite ou nos sonhos recordados. Em 3 noites, ela mostrou melhorar a qualidade do sono.


Ao final do teste clínico, 44% das pessoas envolvidas afirmaram apresentar um sono perfeito e 89% diziam ter melhorado seu sono. Dentre os efeitos colaterais verificados com o uso crônico e contínuo da planta foram dor de cabeça, excitabilidade e insônia (como se fosse um efeito rebote).


FONTE: Revisão de texto científico de fitoterapia, volume I, XVI, N°2, de janeiro de 1995 (Valeriana officinalis: traditional use and recent evaluation of activity – MORAZZONI/BOMBARDELLI).

Comentários

  1. Ei professor...ficou muito legal o blog,as explicaçoes estao bem explicativas..muito legal essa sua ideia para ajudar as pessoas q precisam e gostam da quimica.
    brigadao ai pela força qndo preciso.
    bjuss,e sucesso aí

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário! Paz e luz!

Postagens mais visitadas deste blog

Cursos Online de Terapias Holísticas

Os Cursos à distância (EAD) de Terapias Holísticas que ofereço tem como objetivo levar ao conhecimento do aluno como tratar o indivíduo como um todo, trazendo o reequilíbrio emocional, físico, mental e espiritual. 
A minha proposta de difundir tais conhecimentos começou em março de 2011 e desde então muitas pessoas se beneficiaram com este aprendizado. O primeiro curso lançado foi de Florais de Bach (em 2011), sendo que foi o primeiro também realizado em sala de videoconferência, em 2013, tendo grande sucesso. Os cursos ofertados por este site enquadram-se na categoria de CURSOS LIVRES e são legalizados, conforme Artigos 205 e 206 da Constituição Federal, Lei nº 9.394, Decreto Presidencial nº 5.154 e Normas da Resolução CNE nº 04/99 – MEC. O ensino livre a distância é a evolução do aprendizado. Através dele, proporciono a meus alunos uma formação de qualidade, adequada à realidade do mercado de trabalho, baseada em um formato totalmente inovador, com aulas em tempo real. Os Cursos são da…

Curso Online de Terapia Floral de Bach

CURSO DE FORMAÇÃO EM TERAPIA FLORAL DE BACH 1. Apresentação Denominam-se “Remédios Florais de Bach” a série de 38 infusões naturais extraídas de flores silvestres da região de Gales, Grã-Bretanha, cujas propriedades curativas foram descobertas pelo médico Edward Bach entre os anos de 1926 e 1934. Os florais atuam transformando estados mentais e emocionais negativos em positivos. De uma maneira simples e eficaz, podemos transformar sentimentos como o medo, ansiedade, estresse, solidão, dentre outros, em virtudes opostas, como coragem, segurança, paz, felicidade e assim por diante. A profissão de Terapeuta Floral é definida pelo Governo Brasileiro, de acordo com a Comissão Nacional de Classificação (CONCLA) como Serviços de Terapia Floral, Código nº 8690-9/01, Atividades de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde Humana.
2. Público Alvo Este curso é indicado para terapeutas, estudantes, profissionais da área da saúde que buscam uma nova área de trabalho em Terapia Floral ou para qual…

O poder dos óleos essenciais

1. O óleo essencial de lavanda é um calmante natural que tem potencial efeito regulador do sistema nervoso. Combate insegurança, carência afetiva e insônia e é superseguro para ser usado em crianças e bebês. Pingue 05 gotas deste óleo essencial em 20 mL de óleo vegetal de semente de uva e massageie o abdome dos pequenos para aliviar cólicas e nervosismo ou ainda pingue 02 gotas do óleo essencial na água do banho para o mesmo efeito.


2. Ylang-Ylang resulta num óleo de essência afrodisíaca, estimulante dos sentidos.
Seu aroma floral é muito agradável. Cria uma atmosfera de romance que enternece o coração e facilita a expressão da afetividade. Ajuda bastante em casos de choque, pânico e depressão pós-parto aliviando as constrições da alma e reconfortando as mágoas.
Para uma noite terapêutica, pingue 01 gota no travesseiro e 01 gota nos lençóis. Relaxe e aproveite!


3. O alecrim veio do mediterrâneo. Seu nome de origem latina, 'rosmarinus', significa "orvalho do mar", pois …