Pular para o conteúdo principal

Diferenças entre Óleo Essencial e Essência


Você vai até uma loja e pergunta para o vendedor: Você tem óleo essencial?

O Vendedor responde: Sim! E te oferece essências sintéticas como sendo óleos essenciais puros e naturais, te indica para usar na massagem e para completar você olha no rótulo e vê escrito : Óleo essencial de absinto, morango, dama da noite, lavanda ou de qualquer outra coisa por apenas 8,00.

E ai algumas pessoas compram e levam para casa uma essência sintética achando que é óleo essencial.

Pois é, muita gente já passou por isso!

Lembrando que essências sintéticas são produzidas em laboratórios e não possuem nenhum efeito terapêutico. Devido ao fato de sua composição ser na maioria das vezes apenas um derivado de petróleo ou então óleo essencial extremamente diluído em óleo mineral e acrescentado de essência. São matérias-primas usadas para conferir apenas aroma a alimentos, cosméticos, produtos de limpeza, brinquedos entre outros.

Já os óleos essenciais, são substâncias naturais, PURAS e muito concentradas (1 gota = 24 xic de chá da planta) e por esta razão, possuem uma complexa mistura de componentes quimícos, que juntos tornam o óleo rico em propriedades medicinais. Com o objetivo de oferecer benefícios a saúde do indivíduo, ou seja, além de aromatizar ambientes proporcionam saúde e bem estar, pois os óleos essenciais que são usados na aromaterapia são verdadeiramente integrativos no sentido de que podem exercer um poderoso efeito positivo sobre a mente, o corpo e o espírito.

Mas como saber se aquilo que o vendedor te oferece é Óleo Essencial PURO?

Algumas dicas na hora de comprar.

Antes de sair de casa anote em um papel o nome científico do óleo essencial que deseja comprar. Essências na grande maioria não colocam o nome científico da planta, apenas o nome popular.


Conhecer a Origem do óleo essencial é de extrema importância para que saibamos a qualidade do produto. E origem não é informado no rótulo das essências sintéticas. Ex: Lavanda – Origem: França.

A composição química de um óleo essencial é influenciada pelo seu país de produção. Ex: O óleo essencial de Lavanda - lavandula offícinalis produzido na França possui em média metade de sua composição linalol e a outra metade acetato de linalila o que lhe confere um efeito sedativo. Já o óleo essencial de Lavanda produzido no brasil possui em sua composição cineol o que a torna expectorante e estimulante.


Registro na ANVISA. Algumas marcas de essências possuem registro na anvisa, outras não. Mas óleos essenciais obrigatóriamente necessitam de Registro.

Modo de usar. A forma de utilização deve ser apresentada no rótulo do óleo essencial. Já as essências raramente apresentam em seu rótulo o modo de usar.


Conhecer os produtos que a marca oferece. Não existe óleo essencial de frutas como: morango, banana, abacaxi, kiwi. Existe apenas de frutas citrícas como laranja e limão.

A composição deve ser APENAS o nome cientíco da planta acrescentado no final da palavra o termo oil.

EX: Óleo essencial de lavanda – Nome científico: Lavandula Officinalis – Composição (comp): Lavandula officinalis flower oil.

Caso você encontre na composição: Lavandula officinalis flower oil e Mineral Oil. O produto entra na classificação como essência. Pois é um produto extremamente diluído e ineficaz para a utilização terapêutica.

Preço: Você não encontrará óleos essenciais sendo vendidos por 6,00 ou 10,00. Óleos essenciais são mais caros por necessitarem de grande quantidade de matéria prima e por serem na maioria das vezes importadas. Ex: Para produzir um frasco de 10 ml de óleo essencial de Lavanda é necessário 10kg a 15kg de FLORES de lavanda.

Resumindo:
Se o produto oferecido não possuir alguma das informações explicadas acima, CUIDADO! pois você pode levar para casa uma essência e não o óleo essencial puro e natural.



Fonte: http://harmoniearomaterapia.wordpress.com/2011/02/07/a-diferenca-entre-oleos-essenciais-e-essencias/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cursos Online de Terapias Holísticas

Os Cursos à distância (EAD) de Terapias Holísticas que ofereço tem como objetivo levar ao conhecimento do aluno como tratar o indivíduo como um todo, trazendo o reequilíbrio emocional, físico, mental e espiritual. 
A minha proposta de difundir tais conhecimentos começou em março de 2011 e desde então muitas pessoas se beneficiaram com este aprendizado. O primeiro curso lançado foi de Florais de Bach (em 2011), sendo que foi o primeiro também realizado em sala de videoconferência, em 2013, tendo grande sucesso. Os cursos ofertados por este site enquadram-se na categoria de CURSOS LIVRES e são legalizados, conforme Artigos 205 e 206 da Constituição Federal, Lei nº 9.394, Decreto Presidencial nº 5.154 e Normas da Resolução CNE nº 04/99 – MEC. O ensino livre a distância é a evolução do aprendizado. Através dele, proporciono a meus alunos uma formação de qualidade, adequada à realidade do mercado de trabalho, baseada em um formato totalmente inovador, com aulas em tempo real. Os Cursos são da…

Curso Online de Terapia Floral de Bach

CURSO DE FORMAÇÃO EM TERAPIA FLORAL DE BACH 1. Apresentação Denominam-se “Remédios Florais de Bach” a série de 38 infusões naturais extraídas de flores silvestres da região de Gales, Grã-Bretanha, cujas propriedades curativas foram descobertas pelo médico Edward Bach entre os anos de 1926 e 1934. Os florais atuam transformando estados mentais e emocionais negativos em positivos. De uma maneira simples e eficaz, podemos transformar sentimentos como o medo, ansiedade, estresse, solidão, dentre outros, em virtudes opostas, como coragem, segurança, paz, felicidade e assim por diante. A profissão de Terapeuta Floral é definida pelo Governo Brasileiro, de acordo com a Comissão Nacional de Classificação (CONCLA) como Serviços de Terapia Floral, Código nº 8690-9/01, Atividades de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde Humana.
2. Público Alvo Este curso é indicado para terapeutas, estudantes, profissionais da área da saúde que buscam uma nova área de trabalho em Terapia Floral ou para qual…

O poder dos óleos essenciais

1. O óleo essencial de lavanda é um calmante natural que tem potencial efeito regulador do sistema nervoso. Combate insegurança, carência afetiva e insônia e é superseguro para ser usado em crianças e bebês. Pingue 05 gotas deste óleo essencial em 20 mL de óleo vegetal de semente de uva e massageie o abdome dos pequenos para aliviar cólicas e nervosismo ou ainda pingue 02 gotas do óleo essencial na água do banho para o mesmo efeito.


2. Ylang-Ylang resulta num óleo de essência afrodisíaca, estimulante dos sentidos.
Seu aroma floral é muito agradável. Cria uma atmosfera de romance que enternece o coração e facilita a expressão da afetividade. Ajuda bastante em casos de choque, pânico e depressão pós-parto aliviando as constrições da alma e reconfortando as mágoas.
Para uma noite terapêutica, pingue 01 gota no travesseiro e 01 gota nos lençóis. Relaxe e aproveite!


3. O alecrim veio do mediterrâneo. Seu nome de origem latina, 'rosmarinus', significa "orvalho do mar", pois …